Search
quarta , 20 de setembro de 2017
  • :
  • :
   
  Apoio

Fãs de futebol com problemas cardíacos devem se cuidar nos jogos da Copa

Que Copa do Mundo é tempo de muitas emoções, todos nós já sabemos. Não é preciso ser entender de futebol pra acompanhar o desenrolar das partidas do Brasil e torcer pelo nosso país. Contudo, como já é de se esperar, os corações facilmente se excedem no decorrer dos jogos, seja naquele gol que foi anulado, na bolas que bateu na trave ou nas faltas cometidas.

Em 2008, um time de médicos, liderados por Wilber-Lampen, coletou relatórios de hospitais da cidade de Munique, que sediou alguns jogos da Copa do Mundo de 2006. Os registros com problemas cardiovasculares foram impressionantes em dias de jogos, já que o número de ataques cardíacos foi muito superior ao comum. Eles compararam os registros dos sete dias que a seleção da Alemanha jogou com os outros 24 dias jogos de outros países, revelando o resultado do estudo.

As chances de os alemães terem um ataque cardíaco nos dias de jogos da Alemanha subiu mais do que o dobro na média da população (2,6 vezes, especificamente falando). O risco de ataques somente nos homens foi mais significativo e triplicou, chegando ao pico de 3,26 mais entradas em hospitais alemães devido aos ataques cardíacos. Nas mulheres, o aumento foi pouco significativo, nem sequer dobrou.

Reprodução/Google

Reprodução/Google

A diferença de ataques entre os gêneros pode ser explicada por fatores patológicos e psicológicos, dizem os médicos. O grau de interesse também é algo importante aqui – algo que varia muito conforme o tipo de pessoa. Para os homens fãs de futebol e com problemas cardíacos, o risco de assistir a um jogo de futebol estressante parece ser só um pouco menor do que experimentar um terremoto, segundo o estudo.

Além disso, outros fatores contribuem para facilitar os ataques cardíacos em dias de jogos da Copa do Mundo. Primeiramente, há o lado emocional que pode ficar abalado, possível falta de sono, consumo excessivo de alimentos que não são saudáveis, excesso de ingestão de álcool, de fumo, entre outros aspectos. Seja como for, não há como segurar a emoção de um jogo de futebol, porém os que sofrem do coração podem procurar manter a calma na hora que a bola rolar em campo.

Fonte: Mega Curioso




Comentários