Search
quarta , 20 de setembro de 2017
  • :
  • :
   
  Apoio

Torcida do Real lota Praça Cibeles para festa do título, e 233 ficam feridos

Um misto de emoção e alívio, depois de uma virada dramática, digna de grandes histórias do futebol, levou o Real Madrid a alcançar “La Décima”, mobilizando uma legião de fãs do Real Madrid no centro da capital espanhola. A goleada por 4 a 1 sobre oAtlético de Madrid, na prorrogação, fez a equipe merengue ecoar o grito de campeão engasgado há 12 anos. E como era de se esperar, o 10º título de Champions League foi comemorado com muita festa durante a madrugada – que deixou 233 feridos, embora apenas 37 tenham sido levados para hospitais da cidade, segundo a agência “Efe”.

Após o triunfo no Estádio da Luz, em Lisboa, o grupo pegou um voo para Madri, chegando ao aeroporto Adolfo Suárez Madrid-Barajas por volta das 04h30 (23h30 do horário de Brasília). No coração de Madri, entre o centro da cidade e os bairros do Retiro e de Salamanca, a Praça Cibeles reuniu milhares de torcedores, que aguardavam pacientemente os jogadores do Real por mais de seis horas.

- Que noite maravilhosa! Obrigado a todos os fãs. É muito bom comemorar com tantas pessoas – disse Gareth Bale em sua página oficial no Facebook.

Jogadores do Real Madrid chegam à Praça Cibeles para celebrar com fãs a vitória sobre o rival (Foto: EFE/Víctor Lerena)

Jogadores do Real Madrid chegam à Praça Cibeles para celebrar com fãs a vitória sobre o rival (Foto: EFE/Víctor Lerena)

A multidão que se aglomerou na praça e em ruas adjacências esbanjava sorrisos e foi à loucura com a entrada triunfal dos heróis da conquista da Champions. Os jogadores fizeram a alegria dos torcedores em uma passarela montada ao redor da Fonte Cibeles, monumento construído no século XVII baseado num desenho de Ventura Rodriguez de 1782, sobre a deusa Cibeles (deusa grega da fertilidade). Capitão do Real, Iker Casillas foi o primeiro a agradecer pela presença de todos os que esperaram até altas horas da madrugada para comemorar o tão sonhado título.

Sérgio Ramos, autor do empate heroico aos 48 minutos do segundo tempo, que levou a disputa para a prorrogação, apareceu em seguida para erguer a taça. Cristiano Ronaldo não demorou a dar o ar de sua graça para o público, que lotou a Praça Cibeles durante a partida e só começou a se dispersar na manhã deste domingo. No local que virou símbolo das comemorações do clube merengue, uma faixa do Atlético de Madrid estendida no fundo da praça passou despercebida. Até o monumento da deusa ganhou um toque merengue: um lenço e uma bandeira com as cores do Real Madrid.

Antes de chegarem ao centro da capital espanhola, os jogadores passaram por centenas de fãs no aeroporto de Madri. A última parada da comitiva foi o Estádio Santiago Bernabéu, onde o clube instalou quatro telões que acompanharam a final direto de Lisboa. O time comandado pelo técnico Carlo Ancelotti contou com os gols de Gareth Bale, do brasileiro Marcelo e de Cristiano Ronaldo para superar o Atlético de Madrid na prorrogação por 3 a 0, após arrancar empate por 1 a 1 no tempo regulamentar com Sérgio Ramos. Assim, depois de três anos consecutivos parando nas semifinais, o maior vencedor da história da Champions voltou ao posto mais alto da Europa.

Fonte: G1




Comentários